Sol o ano inteiro, belezas naturais de encher os olhos de qualquer visitante, rede hoteleira de excelente capacidade e uma orla marítima invejável. Foram essas características que atraíram um grupo de investidores franceses que deseja construir na capital potiguar uma Marina em mar aberto.

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo, reuniu-se neste sábado (18), na sede da Secretaria Municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico (Seturde), com consultores e técnicos da empresa interessada na construção do equipamento para conhecer o projeto inicial da obra. O secretário municipal de Turismo, Fernando Bezerril, e o secretário municipal de Meio Ambiente e Urbanismo, Marcelo Toscano, acompanharam a reunião.

A comitiva europeia explicou ao chefe do Executivo municipal que eles possuem muita experiência no assunto, tendo inclusive participado diretamente dos projetos de construção de Marinas na região francesa de Côte d’Azur. A ideia dos investidores é de construir em Natal uma Marina em mar aberto e, de acordo com estudos elaborados pela empresa, a área cogitada para receber a intervenção seria no inicio da Via Costeira, na Zona Leste da cidade.

O projeto apresentado prevê que a Marina receba aproximadamente 450 embarcações de 8 a 15 metros, escola técnica e de manutenção de barcos e um centro de formação de profissionais náuticos. Os engenheiros também informaram que estão muito preocupados com as questões ambientais e reforçaram que o projeto respeita toda a legislação ambiental brasileira.

Carlos Eduardo deu boas-vindas aos investidores e falou sobre a importância de Natal ter uma Marina, lembrando a vocação turística da cidade. O prefeito ressaltou que o Turismo é essencial na capital potiguar, visto que é a atividade econômica que mais gera emprego e renda. Ele ficou empolgado com o que foi apresentado, enfatizando que a cidade vai receber muito bem os turistas que chegarão em suas embarcações e colocou a administração natalense à disposição para colaborar no trâmite do projeto. “A cidade precisa e quer uma Marina de qualidade. Tudo o que tiver ao alcance do município para viabilizar o projeto será feito”, disse Carlos Eduardo.

O secretário Fernando Bezerril enxerga nessa possibilidade a inserção total da capital potiguar no mercado turístico mundial, reforçando que os turistas náuticos têm um grande poder aquisitivo e costumam gastar grandes quantias nos locais onde ancoram suas embarcações. O titular do Turismo natalense está muito confiante na concretização do projeto: “Tenho certeza de que teremos essa Marina”.

2013-05-20

RNIMOVEIS
OI - 84-98947-1265 TIM - 84-99655-7141 CLARO - 84-99405-8484

Notícias