A reunião dos governadores do Nordeste, em João Pessoa (PB), nesta sexta-feira (13), enfatizou a união dos estados no combate ao crime organizado e tratou também de mecanismos de desenvolvimento do turismo na região, especificamente os projetos financiados pelo Prodetur. Os governadores reclamaram da burocracia para a liberação dos recursos.

O Rio Grande do Norte, primeiro Estado a assinar a segunda etapa do Prodetur, terá prioridade na execução dos projetos e foi citado como exemplo da região na execução do programa. Estão sendo investidos recursos da ordem de 39 milhões de dólares, sendo que 76% desses projetos já foram ou estão sendo executados. A expectativa é que todos estejam concluídos até o fim do ano.

“Estamos investindo muito em saneamento e em ordenamento de nossas áreas de preservação ambiental; e agora vamos começar a trabalhar para agilizar a terceira etapa do Prodetur”, disse a governadora Wilma de Faria ao ressaltar que o seu governo antecipará em um ano a conclusão dos projetos do Prodetur.

GOVERNADORES - Além do anfitrião Cássio Cunha Lima e da governadora Wilma de Faria, participaram do encontro os governadores Wellington Dias (Piauí), Cid Gomes (Ceará), Eduardo Campos (Pernambuco), Marcelo Déda (Sergipe), Jacques Wagner (Bahia), José Wanderley Neto, governador em exercício de Alagoas, e o vice-governador do Maranhão, Luiz Carlos Porto.

O governo federal foi representado pela ministra do Turismo, Marta Suplicy, pelo secretário nacional de Segurança Pública, Luiz Eduardo Corrêa, além do secretário de Assuntos Federativos da Presidência da República, Vicente Trevas.

A próxima reunião de Governadores do Nordeste ficou marcada para o próximo mês de maio, em Fortaleza, no Ceará. As proposições dos governadores foram registradas na "Carta de João Pessoa", que será entregue ao Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


RNIMOVEIS
OI - 84-98947-1265 TIM - 84-99655-7141 CLARO - 84-99405-8484

Notícias