O Terminal Pesqueiro de Natal será um dos maiores do País e um dos principais pontos de embarque e desembarque da pesca oceânica do Hemisfério Sul. A pesca do atum, uma das espécies de maior potencial na costa da Região Nordeste, será beneficiada diretamente com o financiamento para a construção de novas embarcações. O Rio Grande do Norte é um dos maiores exportadores de atum no Brasil.

Com um valor total previsto de R$ 12 milhões, o TPP-Natal atende a um pleito do Governo do Estado do Rio Grande do Norte. Situado à margem direita do rio Potengi, no bairro da Ribeira, conhecido como bairro dos poetas, o Terminal contará com a infra-estrutura necessária ao incremento do desenvolvimento sustentável do segmento pesqueiro industrial potiguar. Serão 300,0m de cais destinados à recepção, conservação, beneficiamento e distribuição do pescado, bem como apoio ao abastecimento de gelo e combustível às embarcações. Dos recursos previstos, uma emenda da bancada federal no valor de R$ 8.948.800,00 foi descontingenciada, contando ainda com R$ 700.000,00 de investimentos próprios da Seap, para a primeira fase do projeto.

Terminal Pesqueiro de Natal - TPP Natal

O terminal pesqueiro terá 725 metros de cais, 340 metros de comprimento para área de descarga e outros 385 referem-se ao setor de suprimentos. Cortez ressalta o fato do projeto contemplar uma parte do terminal (cem metros de comprimento) para a pesca artesanal e ainda 2 mil metros quadrados onde serão construídos dois mercados destinados à comercialização de peixe. Isso poderia significar o fim, por exemplo, do cenário conhecido como "canto do mangue". Dessa forma, o terminal englobará praticamente todas as fases da pesca oceânica, desde a captura até o beneficiamento.

RNIMOVEIS
OI - 84-98947-1265 TIM - 84-99655-7141 CLARO - 84-99405-8484

Notícias