As últimas horas de 2009 foram marcadas pelo grande fluxo de pessoas nas praias urbanas de Natal. O público que desde o início da noite se aglomerava nos calçadões e ruas próximas à orla, aguardava o início dos shows musicais e pirotécnicos organizados pela Prefeitura de Natal, dentro da programação do “Natal em Natal”, que teve como objetivo dar boas vindas ao novo ano que se aproximava. Independente do credo, a população também aproveitou a última noite do ano para agradecer a Deus pelas conquistas do ano que logo se encerraria, ao mesmo tempo em que foi o momento de apresentar a Ele os sonhos a serem realizados nos próximos 12 meses.

Na Redinha, a noite começou com reunião das famílias na igreja Nossa Senhora dos Navegantes, para assistir a missa presidida pelo padre João Maria do Nascimento. De acordo com Luzildo Nascimento, que estava acompanhado da família da esposa, explicou os familiares, que moram no Santarém, mantém a tradição de ir à missa no ultimo dia do ano para agradecer por mais um ano e pedir coisa boas para 2010. “Depois da missa, aguardamos a queima de fogos que é sempre muito bonita”, enfatizou.

Na Praia do Meio, o aglomerado de pessoas foi mais intenso ao redor da estátua de Iemanjá. Aos pés da estátua era possível encontrar os mais diversos tipos de oferendas, das tradicionais flores, passando por velas e garrafas de bebidas. Ao lado da imagem, sob a luz da segunda Lua Cheia do mês – conhecida como a Lua Azul – e diante da maré seca, um terreiro de umbanda foi improvisado. Nele diversas mães e pais de santos faziam suas orações pedindo paz, luz e prosperidade para o ano de 2010.

Para Juliete de Almeida, 19 anos, moradora da Praia do Meio, antes da festa da virada é preciso fazer uma reflexão sobre o ano e conversar com Iemanjá para pedir coisas boas. “É um momento importante para todos nós. Não podemos deixar de agradecer e pedir ajuda aos santos”, enfatizou.

O advogado cearense Roger Dantas está hospedado em Ponta Negra e revela que veio para Natal com o objetivo de conhecer a festa da virada promovida pelo município em Ponta Negra, na Praia do Meio e na Redinha. “Já conhecia a cidade, mas nunca tinha passado a festa da virada aqui. Vim para conhecer. Passei na praia de Ponta Negra, e da Praia do Meio vou para Redinha, onde assistirei à queima de fogos”, revelou.

Já em Ponta Negra, uma das mais badaladas do litoral potiguar, a festa foi marcada pela forte presença dos turistas. Além das famílias natalenses, muita gente aproveitou a noite de festa para garantir uma renda extra neste inicio de noite.

Leonício Chagas é pernambucano, trabalha como garçom, e há 16 anos mora em Natal. Na noite do dia 31, resolveu fazer batata frita, cerveja e refrigerante para vender na beira da praia e, apesar de preferir não revelar valores, garante que o apurado dá para garantir uma boa festa para os cinco filhos, que esperavam ansiosos pela queima de fogos. “Natal é uma cidade boa para se viver. Há 16 anos vim passar um final de semana aqui e não sai mais. Aqui dá pra gente trabalhar e curtir a festa ao mesmo tempo”, declarou.

A Prefeitura de Natal adquiriu seis toneladas de fogos de artifício que garantiram queimas com duração de 15 minutos cada uma. A festa nas três praias foi até a manha desta sexta-feira, 1º de janeiro, ao som dos mais diversos estilos musicais, como Banda Grafith, Crystal, Beto Barbosa, Issac Galvão, Serginho e Banda Pimenta Nativa, e Banda Traz a Massa.


01/01/2010


RNIMOVEIS
OI - 84-98947-1265 TIM - 84-99655-7141 CLARO - 84-99405-8484

Notícias