O Governo do Estado está apoiando a criação do Pólo Moveleiro no Rio Grande do Norte. Na tarde dessa terça-feira (14), o assunto foi discutido pelo secretário do Desenvolvimento Econômico, Segundo de Paula, e representantes do setor moveleiro do Rio Grande do Norte. Na pauta do encontro, reivindicações no sentido de adquirir uma área para instalação das indústrias do setor, que permita a formação do Pólo Moveleiro do Estado.

"Orientamos os moveleiros a elaborarem um projeto com indicação da quantidade de indústrias e os respectivos empregos a serem gerados com a iniciativa. Desta forma estamos fomentando ainda mais a economia do Rio Grande do Norte e fortalecendo do setor, que é muito importante", considerou Segundo de Paula.

O secretário do Desenvolvimento Econômico do município de São Gonçalo do Amarante, Bruno Cunha Lima, esteve presente na reunião e demonstrou interesse em abrigar o pólo. "Precisamos que o grupo apresente a área que necessita para que possamos conjuntamente analisar a proposta", declarou Lima.

Empresários do setor moveleiro visitam terreno para instalação de pólo

O Governo do Estado estimula a atração de novos investimentos e a geração de empregos para impulsionar o desenvolvimento do Rio Grande do Norte. Atendendo determinação da governadora Wilma de Faria, o o secretário do Desenvolvimento Econômico, Segundo de Paula, continua negociando a instalação de um pólo moveleiro na Grande Natal.

Na manhã desta quinta-feira (23), o secretário do Desenvolvimento Econômico, Segundo de Paula, se reuniu mais uma vez com empresários do setor moveleiro para tratar do assunto. Ficou acertado que o grupo fará uma visita técnica no próximo sábado (25) ao município de São Gonçalo, onde a prefeitura está disponibilizando uma área com as características requisitadas pelos empresários.

O secretário de Meio Ambiente e Urbanismo de São Gonçalo do Amarante, Hélio Duarte, apresentou duas indicações de terrenos que poderão abrigar o pólo. "A prefeitura de São Gonçalo tem todo interesse em trazer este pólo para o município. Temos dois terrenos de propriedade da prefeitura que possuem as características indicadas pelos empresários", disse Duarte.

Segundo estimativa dos empresários, a área inicial destinada para a instalação do pólo moveleiro é de 10 hectares. Contará, inicialmente, com seis empresas e vai gerar em torno de 600 empregos.


RNIMOVEIS
OI - 84-99655-7141 WhatsApp - 84-98737-9062

Notícias