Valor Econômico lança edição especial sobre Copa 2014 e ressalta potencialidades econômicas da capital potiguar, como o setor de turismo, além das obras de infraestrutura e os investimentos em capacitação profissional.

“Oportunidade rara como o Halley.” A frase de autoria da prefeita Micarla de Sousa, comparando a vinda da Copa do Mundo de 2014 para Natal ao cometa que atravessa os céus apenas a cada 76 anos, resume a importância do mundial para a cidade e foi utilizada pela revista Valor Econômico como manchete da matéria de oito páginas dedicadas ao município, dentro da reportagem “As cidades da Copa 2014”.

Em sua edição especial de setembro, a revista de circulação nacional lista os potenciais econômicos das 12 cidades-sede. Natal recebe destaque pela expectativa de melhoria da infraestrutura urbana e pela consolidação como destino turístico. “A Copa é uma oportunidade única de colocar o nome da capital no roteiro internacional de turismo e ainda alavancar os investimentos”, declara a Prefeita, em entrevista à Valor.

A publicação traz textos em português e inglês e cita a expectativa de investimentos na cidade e em todo o Estado, que deve atingir os R$ 5 bilhões nos próximos cinco anos. A Valor apresenta informações sobre empresas interessadas em participar desses investimentos, como as portuguesas Somague e Lusoarenas, além do fundo de investimentos inglês Salamanca Management e a brasileira Valora.

Coordenador do Comitê Organizador da Copa, o secretário Estadual de Turismo, Fernando Fernandes, acrescenta na reportagem que a lista de interessadas em concorrer à licitação do complexo Arena das Dunas também não para de crescer. Entre essas já estão a construtora espanhola Acciona, a paulista Serveng-Civilsan e a francesa Bouygues. Até mesmo a criação de uma companhia aérea regional vem sendo pensada: “A Trip e a Azul estão interessadas na idéia”, aponta Fernandes.

Já a Prefeita de Natal cita medidas como a aceleração do programa Pró-Transporte, que representa R$ 72 milhões em investimentos e cujo objetivo é melhorar o trânsito na capital; assim como o projeto Via Livre e seus resultados na fluidez do tráfego da cidade, sem esquecer da preocupação ambiental. “Todas as ações de planejamento para a Copa 2014 passam por critérios de proteção ao meio ambiente”, assegura Micarla de Sousa.

Outras iniciativas destacadas pela revista são as obras de saneamento e drenagem, além da ampliação de avenidas como a Antônio Basílio e Nascimento de Castro. O presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado (Facern), Sérgio Freire, enfatiza na reportagem os dividendos que o Mundial poderá trazer também para a iniciativa privada no Rio Grande do Norte. “Haverá aumento de faturamento e de investimentos, principalmente entre bares, restaurantes e empresas de turismo.”

Turismo

Um texto especial da revista trata especificamente do setor turístico natalense, no qual deverão ser investidos R$ 20 milhões somente em qualificação de mão-de-obra. A Valor Econômico lembra que a previsão é de o número de leitos passar dos atuais 26 mil para cerca de 60 mil até 2014. “Não vai ser uma tarefa difícil”, avalia a revista, lembrando que Natal apresenta 300 dias de sol por ano, temperatura média de 28 graus e lindos cartões postais, como o Morro do Careca.

O secretário Municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico (Seturde), Francisco Soares Júnior, aparece na reportagem lembrando que Natal, pela primeira vez, tem recebido turistas até mesmo do Leste Europeu, através dos voos semanais que ligam a Europa ao Rio Grande do Norte. Ele fala sobre o projeto de reestruturação da orla, em um trecho de 18 km entre Ponta Negra e Redinha, estimado em R$ 300 milhões.

A prefeita Micarla de Sousa explica ainda os objetivos das seis escolas de ensino de línguas, que serão abertas a partir de 2010 para oferecer cursos de espanhol e inglês aos natalenses que irão receber os turistas. “O projeto é formar 2 mil pessoas por semestre, gratuitamente”, afirma. A Valor Econômico descreve ainda o mirante e o teleférico planejados para o Morro do Careca, e a “Rua 24 Horas” que deverá funcionar na Praia do Meio com opções de lazer para turistas e moradores locais.

RNIMOVEIS
OI - 84-98947-1265 TIM - 84-99655-7141 CLARO - 84-99405-8484

Notícias