A governadora Wilma de Faria conseguiu viabilizar junto ao ministro da Defesa, Nélson Jobim, e o presidente da Infraero, Cleonilson Nicácio, esta semana, em Brasília, uma solução definitiva para o aeroporto de Mossoró, que está fechado, já há algum tempo, para operações noturnas em razão de problemas de sinalização e segurança de voo.

Ficou acertado que a gestão do aeroporto continuará sob responsabilidade do Governo do Estado, que fará investimentos na manutenção e instalação de novos equipamentos como um farol rotativo de aeródromo, necessário para operações de voo noturno, até que a Infraero realize um diagnóstico das condições de viabilidade econômica do aeródromo e possa decidir sobre sua adoção. A comissão que avaliará as condições do aeroporto deve chegar a Mossoró em 30 dias.

Uma boa notícia é que, em virtude do lançamento a ser feito pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva de uma nova política de aviação regional, que prevê incentivos e abertura para que companhias regionais possam operar em cidades fora do eixo das capitais, Mossoró poderá polarizar vários destes voos em função de sua centralidade em relação a Natal e Fortaleza e pela sua importância econômica.

"De Mossoró sai 90% do sal exportado e consumido no País. É a maior exportadora de frutas do Brasil e segundo maior produtor de petróelo. Tem calcário com instalação de três fábricas de cimento. Uma cidade como esta não pode ficar de fora da malha aérea comercial, tendo em vista toda essa sua importância econômica", lembrou a governadora Wilma de Faria, que esteve acompanhada do secretário estadual de Planejamento e Finanças, Vagner Araújo.

Na próxima semana, o governo iniciará reuniões com dirigentes das empresas TAF Táxi Aéreo Fortaleza, Trip Linhas Aéreas (que já opera no eixo Natal-Fernando de Noronha) e Ocean Air. O Governo do Estado está disposto a reservar uma quantidade mínima de assentos para garantir a viabilidade dos vôos na fase de adaptação até que a operação das linhas se consolide. Para isso, o governo espera firmar parceria com a Petrobras e outras empresas com atividades na região de Mossoró para consolidar esta malha aérea comercial.


RNIMOVEIS
OI - 84-98947-1265 TIM - 84-99655-7141 CLARO - 84-99405-8484

Notícias